quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Quem somos / Foi Feito Por

Tudo Issooooh Foi Feito pelo Thafarel Sobral Antunes nº31 e Rodrigo Santana nº25 Turma 901 da Escola Municipal Professor Romeu Meneswes dos Santos / Trabalho de Ciências
Professora: Jaqueline

Acidentes de Transito

  Acidentes no Transito                             

   No Brasil mais de 40.000 pessoas perdem a vida anualmente em acidentes de transito, porém acredita-se que estes números são maiores pois as estatísticas são falhas. Só nas rodovias paulistas em 2001 ocorreram 61.000 acidentes com 2.300 mortes e 23.000 pessoas gravemente feridas. Até 15 de fevereiro já morreram 703 pessoas nas rodovias federais, resultado de 13.400 acidentes.  Em todo o mundo o transito ceifa vidas, porém os números brasileiros são alarmantes e disparam na frente de qualquer país do mundo.

CAUSAS MAIS COMUNS DE ACIDENTES DE TRANSITO

Erro humano, em todo o mundo, é responsável por mais de 90 % dos acidentes registrados. Principais imprudências determinantes de acidentes fatais no Brasil: por ordem de incidência:
  • Velocidade excessiva;
  • Dirigir sob efeito de álcool;
  • Distancia insuficiente em relação ao veiculo dianteiro;
  • Desrespeito à sinalização;
  • Dirigir sob efeito de drogas.
Fatores determinantes das imprudências:
  • Impunidade / legislação deficiente;
  • Fiscalização corrupta e sem caráter educativo;
  • Baixo nível cultural e social;
  • Baixa valorização da vida;
  • Ausência de espírito comunitário e exacerbação do caráter individualista;
  • Uso do veículo como demonstração de poder e virilidade.
 

ELEMENTO HUMANO NA DIREÇÃO

 
O veículo a motor, como qualquer outra máquina, exige que o ser humano esteja qualificado tecnicamente e mentalmente para opera-lo seguramente.  O cidadão comum não dispõe de qualquer outra maquina ou dispositivo que lhe dê a sensação de tanto poder.  Um indivíduo com um carro importado de alto valor pode cometer todo tipo de infração apenas para satisfazer seu ego, ao passo que um indivíduo com carro velho e de baixo valor pode cometer os mesmos tipos de infrações também para satisfazer seu ego.
  • No mundo atual o veículo a motor é o meio mais barato e mais fácil que o cidadão comum possui para extravasar seu estado emocional, tanto para o bem como para o mal. Como nos países subdesenvolvidos (até pela própria natureza de subdesenvolvimento) o número de pessoas dotadas de estado emocional voltado para ações negativas é muito grande, por esta razão o trânsito transforma-se em verdadeira carnificina.
  • A velocidade fascina o ser humano, a ponto de correr simplesmente pelo prazer de correr, mesmo que não tenha nenhum objetivo a ser atingido.
 
Tempo de Reação
 
Para que uma pessoa responda adequadamente a determinado estimulo, é necessário que esteja "alerta", caso contrário poderá causar um acidente. Este estado de "alerta" é afetado por muitos fatores, fazendo com que as pessoas respondam com maior ou menor rapidez em situações de emergências.
O intervalo de tempo entre o reconhecimento de uma situação perigosa e a ação de resposta a esta situação é chamado de tempo de reação, e depende da condição física e do estado emocional do indivíduo. 
O tempo médio de reação de uma pessoa jovem em bom estado de saúde é de aproximadamente 0,75 segundos. Este é praticamente o tempo que o cérebro necessita para processar as informações que está recebendo e definir uma ação.
 
Fatores que influenciam o tempo de reação:
  • Definitivos: idade, deficiência física (visão, audição, paralisias etc.);
  • Temporários: enfermidades passageiras (resfriado comum, dor de cabeça etc.), álcool, drogas, medicamentos, estado emocional
ÁLCOOL E DROGAS - podem retardar consideravelmente o tempo de reação. As estatísticas americanas de acidentes no transito indicam que o álcool está envolvido em quase 50 % dos acidentes com mortes. Alguns especialistas indicam que dependendo da pessoa, apenas dois copos de cerveja podem fazer seu tempo de reação aumentar para 2 segundos.
 
ESTADO EMOCIONAL - também pode retardar os reflexos e o tempo de reação de um motorista. O indivíduo que trás para o volante suas preocupações de: emprego, salário, conjugais, e frustrações decorrentes de seu dia a dia, poderá alterar muito seu tempo de reação principalmente em função do baixo nível de concentração na atividade de dirigir.
 
Indivíduos imaturos também constituem um grupo de grande propensão para o acidente no trânsito uma vez que sua necessidade de auto-afirmação faz com que hajam impulsivamente e agridam e desrespeitem os direitos e a vida das outras pessoas. Este tipo de comportamento é altamente difundido no trânsito brasileiro.
 
DISTÂNCIA MÍNIMA NECESSÁRIA PARA PARAR UM VEÍCULO COM BASE NO TEMPO DE REAÇÃO E NA VELOCIDADE DO VEÍCULO.
VELOCIDADE (km/h)
NORMAL
(0.75 segs.)
RETARDADO
(2 segs.)
 
DISTÂNCIA ( m)
DISTÂNCIA ( m )
50
10
28
80
16
44
90
18
37
100
20
41
110
22
45
120
25
66
CONDIÇÃO PROVOCADA DE ACIDENTE INEVITÁVEL
 
Muitos indivíduos ao conduzirem seus veículos criam condições ideais e irreversíveis para que o acidente ocorra, isto normalmente ocorre em função da completa ignorância em relação aos fatores causadores dos mesmos. Usando a tabela acima facilmente identificaremos tais fatores que proliferam em grande intensidade nas rodovias e ruas brasileiras.
  • Reação normal + distancia incompatível com a velocidade - tornado impossível a parada de emergência, no momento necessário;
  • Reação retardada + não reconhecimento de tal situação + distância incompatível com velocidade. Parada impossível e situação irreversível;
  • Reação retardada + reconhecimento da situação + distância incompatível com a velocidade. Parada impossível.
No Brasil o número de acidentes causados pela imprudência dos motoristas, batendo na traseira do veículo que vai a frente, é tão grande, que a jurisprudência considera quem bate atrás como culpado. A mídia está repleta de depoimentos de motorista causadores acidentes que afirmam que os "freios" de seu veículo não funcionaram a tempo de evitá-lo.
 

PROCEDIMENTOS QUE JÁ SALVARAM MUITAS VIDAS

  • Jamais dirija após ingerir bebidas alcoólicas - porém se desejar fazê-lo, reconheça que seu "tempo de reação" ficará alterado e, portanto procure dirigir em velocidades muito mais baixas do usual na via que estiver trafegando.
  • Não utilize drogas antes e nem durante a condução de veículos. Embora algumas drogas sejam usadas para estimular habilidades, com relação ao "tempo de reação" produzem efeito comprovadamente contrário;
  • Reduza a velocidade quando seu estado emocional estiver comprometido ou evite dirigir;
  • Mantenha sempre distância de segurança em relação aos outros veículos;
  • Utilize sempre e adequadamente os dispositivos de segurança;
  • Respeite e procure entender a razão da sinalização de transito, isto poderá evitar um acidente;
  • Evite colocar - se em uma condição causadora de acidente;
  • Finalmente, considere que todo acidente pode e deve ser evitado. 
 
Acidentes de transito do cotidiano, estes que acontecem todo dia..você deve ver todos os dias nos programas de televisão que passaram no final da tarde..

Acidente de transito
, acontecem, mas podem e devem ser evitados, ainda mais estes acidente de transito cotidiano, que as vezes são batidas leves, batidas que poderiam ser evitadas se você, não olhasse para o lado e prestasse mais atenção na direção.
Uma dica que dou, use o CINTO de SEGURANÇA, mesmo que você só vá até o mercadinho da esquina, pois são nestes trajetos que ocorrem os acidentes de trânsito do cotidiado!
Vou deixar algumas fotos e vídeos de acidente de transito do cotidiano do Brasileiro, para que você motorista como eu, dirija com mais cautela e segurança e você que é motoqueiro..use o capacete!.
Clique aqui para ver vídeos de acidentes de trânsito do cotidiano.
OU veja alguns abaixo..



Leia mais: http://www.jfsolucoes.com/fotos-de-acidentes-de-transito-do-cotidiano.html#ixzz110jHfGsi